fashionista & atemporal: O Diabo Veste Prada

Saudades define. Se existe um filme que marcou e com toda a certeza ainda marca o mundo da moda, é O Diabo Veste Prada. E acredite ou não, esse ano (mais precisamente em Setembro) completam-se onze anos desde o seu lançamento. Inacreditável né minha gente?

Uma das coisas que eu mais amo no filme é que ele é atemporal, principalmente no quesito moda, figurino e looks. Não parecendo mesmo que fazem dez anos desde que tudo foi criado. E a real? Até hoje não vi outro filme conseguir tomar o seu lugar, apesar de ver muitos tentarem.

capadopost.jpg

A verdade é que O Diabo Veste Prada é eterno, apaixonante e viciante! Já perdi a conta de quantas vezes assisti ao DVD em casa, na casa de amigas, ou ainda na TV… até hoje sempre que está passando paro para assistir. Ou quando escuto Suddenly I See (tema do filme) já começo a imaginar a cena inicial de todos se arrumando com aqueles looks maravilhosos. Marcante!

Por sua importância no cinema e no nosso adorado mundo na moda, decidi compartilhar com vocês aqui alguns looks memoráveis do filme. Afinal, o filme lançou tendências must have e eternas (que atire a primeira pedra quem nunca tentou copiar um look ou desejou uma peça do filme). Então, aperta o play no vídeo abaixo e confira o post! 

Outro ponto importante é que além da moda, também lançou-se tendências de decoração. Foco nos quadros desalinhados no escritório da Miranda e livros estrategicamente arrumados. Além disso, o filme alavancou muitas carreiras no mundo da moda, afinal as pessoas passaram a entender como tudo funciona e o trabalho que realmente leva (“não é apenas um suéter azul!”).

Sobre as personagens poderosas do filme e seus looks? Andy era clássica e non-fashion-victim, Nigel o classudo, Emily a fashionista e Miranda a poderosa da indústria. Amava todos e todos os looks. E aquele sonho de closet da revista (quando Andy faz sua transformação)? Inesquecível.

d.1

A mente responsável pelo figurino? Patricia Field! Por sinal, também responsável pelos figurinos fabulosos de Sex and The City (série e filmes) e Os Delírios de Consumo de Becky Bloom (2009).

A ideia de Patricia era criar looks reais e atemporais, e não se basear nas fashionistas da época. Como aconteceu com a personagem de Meryl, Patricia não queria que ela tivesse um estilo parecido com o da editora chefe da Vogue Anna Wintour. Como representação de uma grande fashion editor, ela teria o seu próprio visual com os seus próprios trejeitos.

d.2.png

E quer mais? O orçamento inicial para o filme era de U$100.000,00. Mas como conhecemos o mundo da moda e seus valores nada razoáveis, o budget mudou para um milhão de dólares. O que foi realmente um investimento inteligente, afinal foi o figurino que tornou o filme o que realmente é, além de receber uma indicação ao Oscar de Melhor Figurino.

Meryl Streep GIF - Find & Share on GIPHY

A moda foi lançada. E eternizada. Nomes de grandes estilistas chegaram ao público, afinal antes apenas quem era do ramo que realmente entendia do assunto… Chanel, Hermès, Jimmy Choo, Valentino, Vogue, Paris Fashion Week, Gisele Bundchen, se marcaram na nossa memória de uma forma tão maravilhosa para nunca mais querer sair. Saudades!

E você? Me conta sua história com o filme! Quero conhecer!

02

13 comentários em “fashionista & atemporal: O Diabo Veste Prada

  1. Oh Dani, esse filme despertou meu interesse pela moda. Fiquei pensando como seria minha vida se eu tivesse a oportunidade da Andy. Foi legal ver como filme trouxe tópicos importantes do mundo da moda, o mundo finalmente entendeu que o trabalho destes profissionais é realmente relevante e nem sempre baseado em futilidades.
    Quanto ao orçamento, vamos combinar que um milhão pra um filme desta qualidade ainda é pouco, né? Hoje vemos filmes com orçamentos maiores que não chegam aos pés.
    O Diabo Veste Prada sempre será o filme que eu paro o que estiver fazendo pra assistir.
    Beeijos Nattany Martins.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Concordo com seu comentário, também acho que o filme foi relevante para o mercado da moda, tanto em marcas como em revistas, fotógrafos, semanas de moda, etc. Mostrou que não é brincadeira, passatempo, futilidade… é trabalho! E é real! ❤ E esse filme é demais mesmo não é? Atemporal! Ai como amo! hahaha
      E obrigada pelo seu comentário amore!!! ❤ beijosss

      Curtir

▼ Comente aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s